Não posso mais dizer-te

Que o rancor que carregas em seu coração

Contra todos que não são o que tu queres

é como veneno que contamina

ácido que corrói

Destrói

Seu coração, sua alma, seu amor…

Não me escutas mais

Talvez nunca me escutastes

E quem te instruis hoje

Que te dizes o que queres ouvir

Somente alimenta teu rancor

Este câncer que invade todo o seu ser

E leva-te até o profundo poço escuro do ódio

De onde não posso mais alcançar-te

Não há verdades escondidas

Neste caminho com sabor de fel

Nem salvação ao final da repulsa que nutres

Seu coração se vai pra tão longe de meus braços

Nem minhas lágrimas podem alcançar-te

No fim, tudo tem um recomeço

Mas nunca somos mais os mesmos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s