A ANÁTEMA SOB A VELHA FIGUEIRA (Parte 2)

Já havia passado algumas horas após o meio dia, mas o sol ainda estava alto no céu, lançando seus raios de calor escaldante de uma tarde de verão, de certa forma dificultando minha incumbência de caminhar até meu destino. Figueira Velha situava-se na região dos vales do rio Iguaçu, no sul do estado do Paraná, localidade famosa por ostentar um inverno demasiado rigoroso, apresentando inclusive temperaturas negativas, no entanto no verão, os raios solares e a baixa umidade, a despeito das matas que a envolvem, faziam com que o calor se tornasse deveras sufocante...

TURMA DA RUA 6 – UM CRIME HEDIONDO

Acordar cedo nunca é bom, e é pior ainda quando você é um adolescente e o motivo do despertar é uma manhã inteira de aulas. Era quarta-feira, e isso queria dizer que o final de semana ainda estava longe, e pior, era dia de aula germinada de matemática. Era começo de ano ainda, mas as primeiras aulas com a professora Jacira não foram nada agradáveis e esse ano tudo indicava ...

TURMA DA RUA 6 – AVENTURA NO CONVENTO

Curitiba já era uma cidade grande e muito bem urbanizada, modelo de limpeza e mobilidade Brasil afora, mas a rua seis se localizava no bairro do Boqueirão, no sul da cidade, que era um bairro bastante populoso já nessa época, mas ainda estava começando a se urbanizar, e haviam terrenos baldios espalhados para toda a parte, que eram usados como campos de futebol improvisados...

AQUI E LÁ

Os olhos se abrem. A relva fresca é agradável ao olfato. Assim como os olhos, suas narinas se abrem respirando o ar da manhã. “Que lindo dia!”, pensa consigo. “Mas afinal onde estou?” Olhou ao seu redor e viu um clarão aberto, uma bela campina com a relva baixa e bem cuidada. Não lembrava de ter estado ali algum dia, era um ambiente totalmente novo para ele. Encantador, mas...